Com contas públicas em dia, Traipu sai do cadastro do CAUC, emitido pela União

Com contas públicas em dia, Traipu sai do cadastro do CAUC, emitido pela União

Em seis meses de gestão, o prefeito de Traipu, Eduardo Tavares, conseguiu tirar o município do Cadastro Único de Convênios (CAUC) – que é fiscalizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e atua como uma espécie de Serasa do serviço público. Com isso, a cidade ribeirinha fica apta a receber recursos federais.
“Isso tudo é resultado de um trabalho conjunto, focado no respeito ao dinheiro público, na eficiência e na competência. Temos uma equipe que atua com extremo zelo pelo dinheiro público. Estamos com todas as contas em dia, incluindo o sagrado recolhimento do INSS e de outros insumos”, comemora Eduardo Tavares.
Nesta avaliação, divulgada semana passada, a Secretaria do Tesouro Nacional contabilizou que 3 256 municípios (que representa 58,5%) e 25 estados brasileiros estavam impedidos de celebrar convênios com a União em razão da inadimplência.
Dentre os 13 itens avaliados pela STN que tornam os municípios e estados adimplentes com o CAUC, estão a publicação do Relatório Resumido da Execução Orcamentária (RREO) e do Relatório de Gestão Fiscal (RGF), além de a aplicação mínima de recursos em Educação e Saúde, regularidade previdenciária e regularidade junto à Fazenda Pública e contribuições para o FGTS.
“É possível avançar quando há comprometimento. Nesses seis meses de gestão, além de colocarmos todas as contas em dia, conseguimos conceder aumento aos professores de forma integral, gratificações mensais aos garis e margaridas, além de investimentos relevantes nas áreas de infraestrutura, educação, turismo e segurança pública”, frisa o prefeito Eduardo Tavares.et 1

Categorias: Infraestrutura

Sobre o Autor

Poste um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*