Secretaria de Assistência Social promove Dia D de identificação dos quilombolas no Cadastro Único

Secretaria de Assistência Social promove Dia D de identificação dos quilombolas no Cadastro Único

A Secretaria Municipal de Assistência Social, juntamente com a equipe do Programa Bolsa Família, e do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), promoveu nesta quinta-feira, 26, para os remanescentes quilombolas, no Distrito de Mumbaça, em Traipu, orientações sobre a importância da atualização do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único), no Dia D de identificação dos quilombolas no Cadastro Único .

PreBIE BIE 2sente a ação, a secretária de Assistência Social, Rosely de Souza, prometeu levar a equipe de cerca de 20 pessoas do órgão municipal outras vezes, sempre com o objetivo de promover a divulgação de informações úteis para as comunidades visitadas. “Recebemos o apoio do Manuel dos Santos, o Bié, líder quilombola, e parceiro para a realização do evento”, disse.

A secretária explicou que o objetivo da ação promovida pelo órgão é informar às famílias quilombolas sobre a importância da autoidentificação quando forem realizar o cadastro nos programas do Governo Federal. Isso vai garantir o acesso dessas famílias às políticas públicas do Governo Federal.

De acordo com informações do Governo Federal, o Cadastro Único é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras.

Categorias: Infraestrutura

Sobre o Autor

Poste um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*